Friday, March 09, 2007

recuperar dos horrores da guerra...

The Good German
O correspondente de Guerra Jake Geismer (George Clooney) acabou de chegar para fazer a cobertura da Conferência de Paz de Potsdam, na Alemanha de 1945, onde os líderes Aliados irão determinar o destino dos vencidos e de uma nova Europa recém libertada. O motorista de Jake, o Cabo Tully, aparenta o charme habitual dos habitantes das pequenas cidades, mas na realidade está sempre pronto a negociar qualquer coisa ou qualquer pessoa desde que isso lhe proporcione lucro. A sua namorada é Lena Brandt (Cate Blanchett), a antiga paixão de Jake mas, de algum modo, ela também mudou e já não é o tipo de pessoa que ele conheceu. A guerra, as dificuldades do dia-a-dia na cidade em ruínas e os segredos que carrega transformaram-na para sempre. Quando Tully acaba na zona russa com 100 mil marcos no bolso e uma bala nas costas, Jake é empurrado para o mistério desta morte e para o mistério ainda maior que levou quer os norte-americanos, quer os russos a fingirem que nada se passou. O correspondente descobre ser impossível desenterrar a verdade num tempo e num lugar em que as pessoas ainda estão a recuperar dos horrores da guerra e desesperadas para salvar a sua humanidade à sombra da insuportável angústia de tudo o que fizeram para sobreviver. Realizado por Steve Soderbergh, “O Bom Alemão” é uma história de mistério e romance, um thriller na tradição do "film noir". Em minha opinião, o aspecto digno de maior elogio é a fotografia, com contrastes que beiram o perfeito e lembram, de certa forma, filmes antigos de Sergei Einsenstein, que surgiram muito antes da 2ª Guerra. Felizmente que o preto e branco não desaparece — nem do imaginário cinematográfico, nem da vontade criativa de vários autores contemporâneos. Apesar das vozes que não suportam mais filmes sobre a 2.a Guerra, ainda existem verdades (e questões) a debater.
A reter, igualmente, que todos os corações têm os seus segredos, uns mais perigosos do que outros, tanto mais em tempo de guerra!!!
The Good German - trailer

10 comments:

Patrícia Pêra said...

Ai, o George Clooney...a preto e branco...

Com ele até ia para essa guerra! =)

Tenho de ver este filme, não só pelas razões acima mencionadas, claro!

tibeu said...

Passei para desejar um bom fim de semana, sobre a guerra preferiro não falar, pois as recordações não são boas. bj

Isto e meu...Silvia said...

Passei para te desejar um lindo fim de semana.

Beijos:)

Moura ao Luar said...

Parece interessante o filme

Maria said...

Um filme a ver, sem dúvida. Pelo tema, e porque adoro filmes a preto e branco.

Bom fim de semana
Abraço

elsa nyny said...

Olá!!!

Mais um bom filme???
Bom fim de semana pa ti|!
Bj!

Pierfrancesco Orsini said...

Además de su bella fotografía y su estructura de homenaje al cinema noir, creo que es muy interesante su análisis de cómo la guerra no sólo mata personas sino que destruye reglas morales y corazones. Como bien dices, Cate Blanchett ya no es la misma persona. Seguramente tampoco Tobey Maguire. La guerra ensucia.
Recordaba Germania anno zero de Roberto Rosellini.

Anonymous said...

Bonjour, infinito-pessoal.blogspot.com!
[url=http://viagrafarmacia.fora.pl/ ] viagra [/url] [url=http://medicoviagra.fora.pl/ ]comprar viagra en espana[/url] [url=http://viagrabarata.fora.pl/ ]comprar viagra [/url] [url=http://esviagraonline.fora.pl/ ]venta de viagra [/url] [url=http://viagramasbarata.fora.pl/ ]vendo viagra [/url] [url=http://escialis.fora.pl/ ] cialis online[/url]

Anonymous said...

Hi!!! infinito-pessoal.blogspot.com is one of the most excellent informational websites of its kind. I enjoy reading it every day. All the best.

Anonymous said...

The author of infinito-pessoal.blogspot.com has written an excellent article. You have made your point and there is not much to argue about. It is like the following universal truth that you can not argue with: Anything described as the ‘feel-good movie of the year’, is crap Thanks for the info.