Tuesday, May 05, 2009

o meu poema...

Hoje dia do teu aniversário. Dos teus 16 anos. Estava eu a despedir-me do último dos Vinte. Foi de noite, uma eterna noite do mês de Maio e eu ansiava tocar-te. Eu queria ser o teu porto de abrigo e abraçava muito o teu corpo pequeno, nu e encostado a mim. Contigo nos braços eras o meu agasalho, o meu aconchego, o meu refúgio. Agora, filho, agora cresceste – cresceste tanto, tanto – mas não largaste os meus braços.

Dou-me todo a ti, João…

27 comments:

miguel said...

a foto é linda e o texto é comoventíssimo. um grande abraço de parabéns

Paula Crespo said...

Tchin-tchin!! Parabéns ao João, ao pai e à mãe! :)
Beijos a todos vós!!

AnaLee said...

Felicidades ao filho e ao pai.
O meu filho também nasceu em Maio.

Vulcano Lover said...

Tem sorte, tem muita sorte o João, de ter uns pais tão especiais.
parabéns a ele.

pinguim said...

Eu sabia que o João fazia anos em Maio, pois recordo.me de uma entrada tua sobre o assunto, o ano passado.
Agora, que conheço o João, (um "bocadinho" diferente do pequeno da foto), quero deixar-lhe um abraço de parabéns e votos de felicidades, por teu intermédio.
E claro, quando um filho faz anos, os pais merecem parabéns também; assim um beijo à L.(eu sei o nome,eheheheh) e um abração grande para ti.

Tongzhi said...

Um abraço de parabéns aos três.

Mayer said...

Luís,
o teu texto é lindo!... Muitos parabéns ao João, que não conheço, mas espero tenha herdado esta tua sensibilidade. Bjs

Anita's said...

Olá, Luís.
Vou fazer de contas que não tenho nada de mariquinhas -pé-de-salsa: endireito as costas, e declaro:
TANTO SE HERDA UMA FORTUNA COMO UM TÍTULO: o teu João herdou um apelido que lhe vai trazer a facilidade de não encontrar desvantagens,nem nos teus braços, nem no teu amor.

Parabéns, Luís :- )Beijos
MG

http://Anitanosupermercado.vox.com

Thiago M. said...

Há-de continuar a crescer,
sem nunca te largar os braços.
Sei como é...!
Inefável!
PARABÉNS!

jasmimdomeuquintal said...

Parabéns ao pai ao filho e... não és nada pai galo, só um bocadinho
bjocas ainda com sabor a Funchal

Anonymous said...

O que é que tem seres um pai galo?! Haverá na vida algo melhor que ser galo ou galinha de alguém que por mais que cresça queremos sempre que volte sempre ao nosso ninho, construído com todo o amor que temos?
De uma mãe muito galinha, muitos parabéns ao (pequeno) João e, muitos parabéns a vocês os dois, galo e galinha maravilhosos, queridos amigos.

Beijinhos,
Fátinha

BlueVelvet said...

Uma fotografia e um texto comoventes.
Escolhidos com o coração.
Muitos parabéns ao filho, ao pai e à mãe.
Que continue a caber sempre nos teus braços.
Muitos beijinhos

lusibero said...

Continuará sempre a crescer,aninhado nos teus braços, Luís.Nunca os abandonará... mesmo quando neles já não couber! É essa a beleza do Amor com letra grande, que é o que temos pelos nossos meninos!
Um beijo de ternura nessa carinha linda que toma o seu leitinho, na paz do teu olhar de pai...Aos 16 anos,o leitinho dos pais, como tu, continua a ter aquele sabor...
Um beijo de lusibero

Mar Arável said...

Abraço do tio

BELO

Maria said...

Não há outra forma de nos darmos a um filho senão... todo!

Tão belo, e tanta ternura...
Parabéns ao João e aos pais do João.

Um beijo, Luís

isabel mendes ferreira said...

comovida. muito.

tb tenho um joão que breve fará 16.....



texto que bebo com as mãos.

com senso said...

Parabéns... Pelo aniversário e pela beleza dos sentimentos que se desprendem e extravazam as próprias palavras que o descrevem.

bonecadetrapos said...

As "bonecas de trapos" comovem-se? choram?
Se sim, nada de novo: esta chorou/comoveu-se ... muito.
Se não... então é algo inédito...em tudo há sempre uma primeiro vez. O mérito é seu, que não teme falar de afectos aqui, publicamente num post que só quem tem filhos pode entender na sua inteira dimensão: são eles que dão sentido à nossa vida. E ser mãe/pai é função MAIOR para e na vida.

Belíssimo!!!

Saudações com estima
*__bonecadetrapos___*

firmina12 said...

não é para imitar a Isabel, mas também tenho um "Tomé que vai fazer 16 e faz de contas que cabe nos meus braços, tal como o irmão que é mais pequeno. Caberá sempre, um e outro, e depois serei eu a caber no deles

Jonice said...

Felicidades! Meu filho fará 17 também agora. Temos visto nossos filhos crescerem quase que simultaneamente então. Como é maravilhoso ver filho crescer!
Beijo, Luís :)

Luís said...

Os meus votos de felicidades. Ao filho e aos pais (os parabéns também são para eles, pois claro!).

White said...

Parabéns ao João e ao Luis por estas palavras.

Abraço

Daniel Silva (Lobinho) said...

Só para deixar um abraço comovido pela alegria de um pai que comemora a adolescência do filho como se ainda fosse o seu bebé.

A foto está de uma tal ternura e simplicidade, e o que escreves tão belamente dedicado, que me deixa tartamudo e me retiro.

Abraço

Maria Romeiras said...

Belíssimos. O poema,a entrega, a ternura. Muitos parabéns. Também tenho um João, quase a fazer 15 anos, e sorrio. Muitos parabéns...

Sue said...

Filhos se não te los, como sabe los?

o poeta estava certíssimo.

Parabéns

Frioleiras said...

parabéns atrasados (mas ... muitos parabéns, muitos!)

Maria Faia said...

Bela manifestação de amor, do mais verdadeiro amor jamais sentido.
Parabéns amigo e, sobretudo, muitas felicidades para ambos.

Beijo amigo,
Maria Faia