Thursday, June 05, 2008

onde os opostos nos seduzem…

Drawing a Tension. A hora de almoço desafiava a um respirar por uma das mais vastas colecções de arte. Com a exposição na Gulbenkian tive a possibilidade de rever uma das mais surpreendentes colecções privadas. No final da década de setenta uma das maiores instituições financeiras do mundo, o Deutsche Bank, desenvolveu um conceito precursor em torno da “arte no local de trabalho”, colocando os colaboradores e os clientes em intimo contacto com manifestações artísticas. Drawing a Tension vagueia através de cinco núcleos, arquitectados por cumplicidades filosóficas e estéticas em comunicação e, simultaneamente, em tensão entre si. São apresentadas cerca de 120 peças - escolhidas a partir das mais de 50 mil obras - de entre outros, Hans Arp, Joseph Beuys, Marcel Broodthaers, Max Ernst, Martin Kippenberger, Blinky Palermo, Sigmar Polke, senhores que são uma prelecção sobre arte moderna e contemporânea a não desprezar.

Despertar interesse ou curiosidade é a divisa de Drawing a Tension, um itinerário artístico onde os contrários se atraem…

11 comments:

avelaneiraflorida said...

Amigo Luís,

uma interessante perspectiva a olhar com toda a atenção!!!!

Embora Lisboa seja já ali...o tempo disponível abriga-nos a fazer algumas
escolhas!!!
valha-nos esta e outra sínteses...

Anonymous said...

Sempre bom podermos acompanhar um olhar atento daquilo que nos circunda... Talvez o nosso se torne menos egoísta... Parabéns...
Um abç

isabel victor said...

:))

Bj* ...

iv

Catatau said...

Gosto de conjuntos e selecções de arte que me inspirem sobressalto e admiração. Que me interpelem. A tensão também se faz disso mesmo: da questão e da resposta.
(Às vezes - muitas vezes - quisera que Lisboa fosse já ali.)

MrTBear said...

As ilustrações de livros antigos de botânica, zoologia e geografia, são obras de arte, que andam (ou, pelo menos, andavam) a ser retalhadas ao desbarato. Tenho algumas compradas na década de 80 em alfarrabistas na Praça do Comércio.
Noutros lados, há quem faça delas, aquilo que elas são: Arte

jasmimdomeuquintal said...

logo, logo estarei por lá.
Bom fim de semana!

pinguim said...

Já nos habituámos a ler e estar atentos às tuas sugestões, algumas delas passíveis de ser realizadas num curto espaço de tempo; falta vencer a inércia, o que por vezes é manifestamente descuidado, e por mim falo...
Abraço amigo e que o dia de hoje seja um marco na vida do teu filho.

sofialisboa said...

gosto, se conseguir irei, mas gosto mais de andar a passear por alfarrobistas...sofialisboa

BlueVelvet said...

Querido Luis,
por razões profissionais tenho estado ausente.
Lendo, mas não comentando.
Vou ver se consigo conciliar tudo.
Mas vim deixar beijinhos e pedir desculpa
Velvet

pin gente said...

até na arte nos extremos se tocam.

abraço

david santos said...

Lindo, lindo e lindo!
Parabéns.