Tuesday, February 27, 2007

injustiça...

Antonello de Messina
El Cristo en la columna detalle

A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos.
Barão de Montesquieu

A justiça pode caminhar sozinha;
a injustiça precisa sempre de muletas, de argumentos.
Nicolae Iorga

De todas as adversidades a que mais me dói é a injustiça. Há muitos conceitos divergentes sobre o tema, porque se sabe muito pouco e aceita-se menos. O que é a injustiça? É a que aparece nos códigos e na filosofia do direito? Nenhuma destas perguntas obtém uma resposta que satisfaça a sede de justiça que padece o desprotegido. Desde a mais remota antiguidade, a justiça sempre foi uma necessidade não resolvida. O império romano deu à posteridade o seu direito, que ainda guia os procedimentos modernos. A união soviética, em seu momento de esplendor, contribuiu com o princípio da responsabilidade social, acima do direito do indivíduo; mas agora voltou à jurisprudência tradicional. As nações semitas praticam a pré-histórica lei da vingança de sangue, própria das tribos do deserto, e que, em parte, explica as incompreensíveis chacinas entre árabes e judeus; consideram-na justa à sua maneira: "Olho por olho; dente por dente". Os norte-americanos, que possuem tantas raízes calvinistas do antigo testamento facilmente permutam a justiça por dinheiro, e sentem-se satisfeitos; quanto mais dólares recebem, melhor justiça. De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos mediocres, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir da honra, a ter vergonha de ser honesto. Hoje considero (tenho a certeza) que fui injustiçado e doeu-me. Amanhã é outro dia…

6 comments:

Maria said...

Que pensamentos mais certos.
A injustiça é das coisas que mais me dói, cá dentro, mesmo.
E também que mais me enfurece...

Maria P. said...

Faz doer sim.
Mas existe sempre o tal "amanhã".
E tudo (quase) passa.

Mel said...

Luís:
"Hoje considero (tenho a certeza) que fui injustiçado e doeu-me. Amanhã é outro dia…"

Pego na tua última frase, porque sobre o que disseste antes, estamos perfeitamente de acordo.
Pego para te deixar com um novo pensamento:

"O passado não nos pertence para o podermos recuperar, mas o futuro é nosso para ganharmos ou perdermos."
Lydon B. Johnson - 38º Presidente Americano

e ainda um outro

"Um homem deve ser vertical; não deve ser mantido na vertical."
Marco Aurélio António, Imperador Romano, filósofo.

É isso, amigo, sê vertical nas tuas convicções ... mas não te deixes "impostamente" estar na vertical ... esperneia, se for caso disso...

Bjs brother
Mel

Jonice said...

Acho que das dores não físicas a da injustiça é a pior, a mais lancinante.
Parabéns por neste momento manter a perspectiva do amanhã, porque penso que é exatamente aí que se cura tal dor.
Alías...já é hoje!

Luís said...

Se precisares de um advogado... LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Falando mais a sério: a sensação de sermos injustiçados é das piores que pode haver. Não esperes pelo amanhã: reaje hoje.

Vulcano Lover said...

fico conmovido pela verdade das tuas palavras... tão simples, tão verdadeiras, tão poética é as vezes a dor de existir e o facto de romper a realidade com o dessenho real da injustiça...
Un abraço, y muita ar para respirar... devagarinho.