Friday, January 19, 2007

trinta leituras...

Helder Macedo deixou a Cátedra Camões do King's College da Universidade de Londres. O contacto com alunos dá-lhe prazer e estimula-o — "Nisso tive a grande sorte de, não tendo filhos, o meu contacto com jovens sempre foi com jovens e não com filhos que depois se tornam da idade dos pais. Se eu tivesse tido filhos na altura própria, esses desgraçados teriam agora a minha idade, eram mais velhos do que eu se calhar!", diz a rir —, por isso continua a ir dar aulas a algumas universidades (no Brasil, nos EUA).
Público / Mil Folhas
23 de Abril de 2005
Com uma vasta obra de poeta, romancista, ensaísta e crítico literário, Helder Macedo é um nome incontornável na literatura nacional. Assume-se sobretudo como um leitor de textos e é com base na sua formação não só literária como histórica que reuniu nesta compilação um conjunto de ensaios já publicados, onde para além da sua análise os articula com a sua contextualização. Nesta viagem pelo legado de trinta autores, que de uma forma ou de outra incidem sobre o período moderno, Helder Macedo revisita nomes como Almeida Garrett, Camilo, Eça de Queirós, Machado de Assis, Cesário Verde, Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, Jorge de Sena, entre outros. Uma obra fundamental – que li num instante – para quem gosta de se deliciar com vivências que em nada se comparam com a rotina desinteressante do dia a dia da maioria dos mortais. É uma felicidade ter o trabalho de um académico como Hélder Macedo ao alcance das mãos.

6 comments:

Sean Hagen said...

*


tenho que confessar, publicamente, minha ignorância em nunca ter lido Eça.

sempre ponho entre minhas prioridades, mas nunca acho tempo.

falta grave.



*

Maria P. said...

Fiquei curiosa, mais uma leitura...
"Sem Nome" um livro que me marcou.

Bom noite, Luís.

Maria P. said...

Erro meu!

Boa noite, Luís.

E não "Bom".

Luís Costa said...

Uma referência literária muito interessante. Não conhecia esta obra. E mal conheço o autor.No entanto, como leitor insaciável de ensaios e para mais, neste caso sobre quem tratam: Sena, Cesário, Eça etc. será, assim que tenha oportunidade, uma das minhas próximas aquisições.
Já agora se me permite deixo-lhe aqui o título dum livro de ensaios, muito bom, do poeta Luís Miguel Nava, N. em 1957 e assassinado brutalmente no seu apartamento de Bruxelas em Maio de 1995: " Ensaios Reunidos " Assírio&Alvim.

Um abraço:

Luís Costa

Luís Costa said...

Caro Luís,

se me permite convido-o também a ler um artigo que inseri no meu blog no mês de Outubro ( 2006-10-29)com o título: "COSMOS E MATÉRIA":
http://blog.comunidades.net/rimbaud/index.php?op=arquivo&pagina=2&mmes=10&anon=2006

Um abraço:

Luís

maria said...

É esta também uma das virtualidades dos blogs: a divulgação, a partilha dos momentos vividos fora da "rotina desinteressante do dia a dia" feitos sugestão a seguir :)
Eu, agradeço
Beijinho