Friday, September 26, 2008

a apoplexia da bandida...

Hoje a propósito do lançamento do livro da Maria Quintans e do João Concha tive a oportunidade de dizer as seguintes palavras que aqui reproduzo:

Eu sou tão só um viciado das palavras escritas e embrulhadas da Maria Quintans. Eu sei que canta bem, porque já a ouvi. O que eu desconhecia é que escrevia desta maneira.

A internet tem destas coisas e a blogosfera também nos surpreende pela positiva. Foi no seu blogue que li uma escrita intimista que não cabe na limitação de amarras formais. Não vou falar sobre os seus textos e a sua tertúlia poética, porque pessoas credenciadas já o fizeram, apenas ressaltar a recorrência de temas do amor carnal, do desejo e do silêncio – usuais representativos do sincretismo entre o físico e o transcendente, como ainda sublinhar a importância do corpo que em Quintans não é um amontoado de impulsos nervosos, e sim a porta por onde é externada a inspiração. Uma linguagem caracterizada por um sensualismo muitas vezes erótico e palavras honestas sem pudor.

São assim os pontos de vista de Maria Quintans: incomuns e fortes, como assim parece ser também a sua personalidade. Na escritora e na mulher o que se sobressai é um sentimento de intensa liberdade, que alça a sua condição criativa acima de tudo e de todos.

O Bandida é um dos melhores blogues de cariz literário, uma espécie de cabaret da palavra (com a boémia de braço dado e um cigarro nos lábios ao canto do sorriso e servido de whisky sem gelo, música, fumo, noites perdidas, amantes, amores interditos, aqui ou ali uma lágrima, ternura, tristeza, cansaços e fracassos, excessos e poetas, e Léo Ferré como mestre-de-cerimónias).

Uma menção também para as ilustrações do João Concha, que são belíssimas e que confortam na exacta medida as palavras complexas e estonteantes da loba escritora que diz usar um turbante de mágoa.

É ela que refere que as palavras são fêmeas
É ela que desabafa a necessidade de alugar um sonho
Foi ela que escreveu num post
“um dia hei-de miar à lua. ou então não digo nada.”

Bonito o que escreve….perturbador o que se sente.

Obrigado, Maria
Bem-haja João Concha.

16 comments:

Ka said...

Belíssimo comentário o teu!

Pudessem todos os escritores ter alguém que falasse assim da obra delas :)

Tentarei pesquisar o Livro pois vindo um elogia de ti de certeza terá muita qualidade :)

Beijinho

isabel mendes ferreira said...

:)))))))))))))))))prazer Luis.





texto muito muito BOm.



_____________________

pinguim said...

Não conhecia o blog; só deu mesmo para espreitar, mas ficou a vontade de ver mais em detalhe.
Abraço.

sofialisboa said...

ainda não conhecia, mais uma porta. merci sofia

Marta said...

há palavras que nos dão magia! já vou cuscar :P hehe

obrigada

beijinho

Shelyak said...

Tem blogs que são eternos...
Abraço!
:)

sp said...

Nunca te disse que gosto do teu blogue, pois não?? :)

Um abraço!

Olhos de mel said...

Oie lindinho! A blogosfera é variada e consegue um seleto público, conforme seu gosto literário. Isso é muito bom, porque lemos o que gostamos e lemos o que precisamos, ou o que nos faz bem. Sem contar com a interação entre os blogueiros. Bom domingo!
Beijos

Bandida said...

obrigada Luís, generoso e tranquilo. belíssimo texto como é normal em ti. vindo de ti.

adorei ter-te por lá. a sala era uma estante a abrir afectos. tantos e tão bons!!

beijo e muito obrigada

BlueVelvet said...

Querido Luis,
não conhecia, mas com um elogio destes vindo de ti, só tenho mesmo é que ir ver.
Muitos beijinhos

Jonice said...

Oba! Desta vez posso ir ao objeto de tua apresentação. Pois na maioria das outras não me resta senão apreciar o teu modo de fazê-lo. E como aprecio!

Beijo

Alexandre said...

Já está nos meus favoritos! Estas sugestões são sempre um guia indispensável!

Um forte abraço!!!

Ana Paula said...

Uma bela homenagem aos autores deste livro, e que muito o merecem! :)

É óptimo tê-lo de volta, Luís!

sp said...

Caro Luis:

quantas vezes mais será necessário dizer isso para que acredites mesmo?

Um grande abraço...

Frioleiras said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Frioleiras said...
This comment has been removed by a blog administrator.